Acesso à Informação

Calendário das Sessões

Clima Local

História

General Salgado teve os seus primórdios nos anos de 1920, quando Antonio José de Carvalho, o “Tonico Barão”, adquiriu grande extensão de terras a que denominou “Fazenda Limoeiro” ou “Pau Ferrado”, no município de Monte Aprazível.  Alimentando a idéia de fundar uma cidade naquela região, atraiu grande número de moradores para o lugarejo, que logo transformou em florescente povoação, tomando a denominação de Palmira (nome de uma filha do “Tonico Barão”), onde hoje situa o aprazível município de General Salgado.

Seus primeiros habitantes, homens empreendedores, audazes e dinâmicos, não mediram esforços, a fim de que o nascente lugarejo atingisse um elevado estágio de progresso, em curto espaço de tempo.  

Através da Lei n.º 2.456, de 30 de dezembro de 1953, General Salgado foi designado sede de Comarca, a qual foi instalada em 21 de dezembro de 1955.

General Salgado é uma homenagem ao General Marcondes Salgado, morto durante a revolução de 1932.

Através da portaria n.º 27, de 28 de fevereiro de 1934, foi nomeado o senhor Deraldo da Silva Prado para o cargo de fiscal provisório da vila Palmira (hoje General Salgado).

Em 28 de fevereiro de 1937, através da portaria n.º 152 de 28 de fevereiro de 1937, foi nomeado o senhor Joel Granja para o cargo de subprefeito do Distrito de General Salgado.

No dia 05 de agosto de 1942, o secretário de Estado dos Negócios da Segurança Pública, nomeia o senhor João Rodrigues da Silva para exercer o cargo de sub-delegado de polícia do distrito de General Salgado. (registros retirados do livro de Termos de Compromissos – Estado Novo).

Em 05 de fevereiro de 1943, o senhor João Rodrigues Moreira foi nomeado para o cargo de subprefeito do Distrito de General Salgado.

General Salgado era antigo distrito policial de Sebastianópolis e comarca de Rio Preto, hoje São José do Rio Preto.  Foi elevado a distrito de paz através da Lei n.º 2.301, de 05 de dezembro de 1928 e comarca de Monte Aprazível.  Passou a denominar-se General Salgado pelo Decreto n.º 2.841, de 07 de janeiro de 1937, com sede na povoação de Palmira que também adotara aquela designação.  General Salgado foi elevado a município através do Decreto-Lei n.º 14.334, de 30 de novembro de 1944, instalado no dia 1º de janeiro de 1945. 

Foram nomeados como prefeitos os senhores João Batista Veronezi em 1º de janeiro de 1945.  No final de 1945, assumiu o senhor Cândido Arroio.  Em 30 de abril de 1947 assumiu o senhor Plínio Ribeiro do Val, até o dia 31 de dezembro de 1947. 

A primeira eleição ocorreu no dia 09 de novembro de 1947, para a1ª Legislatura (1948 a 1951)do Município de General Salgado, eleito o primeiro prefeito senhor João do Carmo Lisboa.  Naquela época não havia o cargo de Vice-Prefeito.   Quando o prefeito se ausentava era substituído pelo Presidente da Câmara. 

Eleitos os seguintes vereadores, senhores: Arcídio Castilho, Guilherme Soncini, Leôncio da Cunha Viana, Jaime Rodrigues Lisboa, Jaime Nestor de Carvalho, Claudemundo Costa, José Pereira da Silva, José Morato de Toledo, Miguel Balbino Pereira, Rozindo Soares da Silva, Otomar Von-Ancken, Plínio Ribeiro do Val e Nadyr Garcia.

A Câmara não possuía prédio próprio e as sessões eram realizadas no prédio cedido pela Prefeitura Municipal (até hoje). 

*Obs: No dia 28 de março de 2008 foi inaugurado o novo Plenário da Câmara Municipal de General Salgado, e no dia 30 de dezembro de 2008 foi inaugurado a adequação do prédio do Setor Administrativo desta Casa de Leis, ambos acontecimentos foram realizados na Presidência do Vereador Adecir da Mota Ramos.                  

Na reunião deste Poder Legislativo, realizada no dia 08 de janeiro de 1948, foi escolhido uma Comissão composta pelos senhores: Jaime Rodrigues Lisboa, José Pereira da Silva e Plínio Ribeiro do Val, com a finalidade de elaborar o primeiro Regimento Interno desta Casa de Leis, que foi aprovado em 12 de fevereiro de 1948. 

A primeira Mesa Diretora desta Casa Legislativa, para o exercício de 1948, foi eleita a seguinte Mesa Diretora: 

Presidente: senhor Guilherme Soncini

Vice-Presidente: senhor Claudemundo Costa

1º Secretário: senhor Nadyr Garcia

2º Secretário: senhor José Pereira da Silva 

 

Para o exercício de 1949, foi reeleita a Mesa Diretora, composta pelos edis:

Presidente: senhor Guilherme Soncini

Vice-Presidente: senhor Arcídio Castilho

1º Secretário: senhor Nadyr Garcia

2º Secretário: senhor José Pereira da Silva 

No dia 24 de dezembro de 1948 foi criado o brasão de armas para a cidade de General Salgado.

            

Para o exercício de 1950 foi eleita a seguinte Mesa Diretora: 

Presidente: senhor José Pereira da Silva

Vice-Presidente: senhor Paulo de Souza Lima

1º Secretário: senhor Nadyr Garcia

2º Secretário: senhor José Morato de Toledo 

 

Para o exercício de 1951 foi eleita a Mesa Diretora a seguir: 

Presidente: senhor Arcídio Castilho

Vice-Presidente: senhor José Pereira da Silva

1º Secretário: senhor Nadyr Garcia

2º Secretário: senhor José Morato de Toledo 

A eleição para a 2ª Legislatura (1952 a 1955) ocorreu no dia 03 de outubro de 1951. 

O Prefeito eleito era o Dr. Bruno Martins da Cruz Neto. 

Os vereadores eleitos foram os senhores: João do Carmo Lisboa, José Pereira da Silva, Teobaldo Piccinnini Neto, Jamil Nassif, Elias Moysés Elias, Dr. Ricardo de Carvalho, Sebastião Batista dos Santos, Jaime Nestor de Carvalho, José Alves da Silva, Frederico André Diegues e Simião Olímpio Ribeiro (o número de vagas na Câmara era onze vereadores). 

 

Mesa Diretora para o ano de 1952:

Presidente: senhor José Pereira da Silva

Vice-Presidente: Jamil Nassif

1º Secretário: Teobaldo Piccinnini Neto

2º Secretário: não há registro 

Em 26 de novembro de 1952 foi eleito o presidente senhor Antonio Barnabé, devido à renúncia do senhor José Pereira da Silva. 

 

Para o ano de 1953 foi eleita a seguinte Mesa Diretora: 

Presidente: senhor Antonio Barnabé

Vice-Presidente: senhor Jamil Nassif

1º Secretário: senhor Elias Moysés Elias

2º Secretário: não há registro 

 

Foi eleita a seguinte Mesa Diretora, para o ano de 1954

Presidente: senhor Elias Moysés Elias

Vice-Presidente: senhor Antonio Barnabé

1º Secretário: senhor Melentino Cardoso da Silva

2º Secretário: não há registro

 

Para o exercício de 1955, foi eleita a seguinte Mesa:

Presidente: senhor Antonio Barnabé

Vice-Presidente: senhor Leôncio da Cunha Viana

1º Secretário: senhor José Alves da Silva

2º Secretário: não há registro

 

Em 03 de outubro de 1955 ocorreu as eleições para a 3ª Legislatura (1956 a 1959), foi eleito para o cargo de prefeito, o senhor Nadyr Garcia, Vice-Prefeito, senhor Arcídio Castilho.                   

Eleitos os senhores vereadores: José Luiz Rodrigues, José Desidério Fernandes, Wilson Trevisan, Vicente Rodrigues Mendonça, José Alves da Silva, Luiz Zoccal, Nelson Pires, Messias de Almeida Neto, Sebastião Batista dos Santos, Nilson Trevisan e Simião Olímpio Ribeiro. 

Para o ano de 1956 foi eleita a seguinte Mesa Diretora: 

Presidente: doutor José Luiz Rodrigues

Vice-Presidente: senhor Vicente Rodrigues Mendonça

1º Secretário: senhor José Alves da Silva

2º Secretário: não há registro

 

Foi eleita a seguinte Mesa Diretora para o exercício de 1957

Presidente: doutor José Luiz Rodrigues

Vice-Presidente: senhor Vicente Rodrigues Mendonça

1º Secretário: senhor Luiz Zoccal

2º Secretário: não há registro

 

Em 1º de agosto de 1957 assumiu o cargo de presidente, o vereador Vicente Rodrigues Mendonça, em virtude da cassação de mandato do vereador e presidente, senhor José Luiz Rodrigues, findando o seu mandato em 31 de dezembro de 1957. 

Foi eleita a seguinte Mesa Diretora para o exercício de 1958

Presidente: senhor José Desidério Fernandes

Vice-Presidente: senhor Vicente Rodrigues Mendonça

1º Secretário: senhor Nelson Pires

2º Secretário: não há registro

 

Na 4ª Legislatura (1960 a 1963), foram eleitos o senhor Arcídio Castilho para o cargo de prefeito; o senhor Reinaldo Antonio Soligo para o cargo de vice-prefeito.  Eleitos os senhores vereadores: Nelson Pires, José Cornélio Magalhães, Simião Martins Cevada, Aparecido Otaviano, Nadyr Garcia, Pacoal Tanganeli, Juvêncio Rodrigues Santana, Ângelo Veschi, José Desidério Fernandes, João Marques e Liobino José Nunes. 

Para o exercício de 1960, foi eleita a seguinte Mesa: 

Presidente: senhor Ângelo Veschi

Vice-Presidente: senhor João Marques

1º Secretário: senhor José Desidério Fernandes

2º Secretário: não há registro

 

Foi eleita a seguinte Mesa Diretora, para o ano de 1961

Presidente: senhor João Marques

Vice-Presidente: senhor Nelson Pires

1º Secretário: senhor José Desidério Fernandes

2º Secretário: não há registro

 

Para o ano de 1962, eleita a seguinte Mesa Diretora: 

Presidente: senhor João Rodrigues de Lima

Vice-Presidente: senhor Nelson Pires

1º Secretário: senhor Melentino Cardoso da Silva

2º Secretário: não há registro

 

Para o ano de 1963, eleita a Mesa Diretora a seguir: 

Presidente: senhor Melentino Cardoso da Silva

Vice-Presidente: senhor João Marques

1º Secretário: senhor José Desidério Fernandes

2º Secretário: não há registro

 

Na 5ª Legislatura (1964 a 1968)foram eleitos: 

Prefeito: senhor Francisco Assis Cervantes

Vice-Prefeito: senhor Lilácio Pereira

 

Vereadores, senhores: Antenor Pereira Macedo, Antonio Fernandes, Arcídio Castilho, Fernando Lopes Vieira, Francisco Antonio da Silva Neto, José Augusto Duran, Juvêncio Rodrigues Santana, Paulo Possetti, Moacir de Oliveira e Liobino José Nunes. 

A Mesa Diretora para o exercício de 1964 foi a seguinte: 

Presidente: senhor Arcídio Castilho

Vice-Presidente: senhor Nelson Pires

1º Secretário: senhor Fernando Lopes Vieira

2º Secretário: senhor Antonio Fernandes

 

Para o exercício de 1965, foi eleita a seguinte Mesa Diretora: 

Presidente: senhor Liobino José Nunes

Vice-Presidente: senhor Antenor Pereira Macedo

1º Secretário: senhor Antonio Fernandes

2º Secretário: senhor Paulo Possetti

 

A Mesa Diretora para o exercício de 1966 foi: 

Presidente: senhor Nelson Pires

Vice-Presidente: senhor Antenor Pereira Macedo

1º Secretário: senhor Fernando Lopes Vieira

2º Secretário: senhor Paulo Possetti

 

Para o ano de 1967, a Mesa Diretora foi: 

Presidente: senhor Antenor Pereira Macedo

Vice-Presidente: senhor Paulo Possetti

1º Secretário: senhor Nelson Pires

2º Secretário: senhor Moacir de Oliveira

 

Para o exercício de 1968, foi eleita a seguinte Mesa Diretora: 

Presidente: senhor Antenor Pereira Macedo

Vice-Presidente: senhor Paulo Possetti

1º Secretário: senhor Nelson Pires

2º Secretário: senhor Antonio Fernandes

 

Em 13 de maio de 1968, o senhor Antenor Pereira Macedo renunciou ao cargo de presidente.  Neste mesmo dia o vice-Presidente  senhor Paulo Possetti renunciou o cargo de vereador, sendo assim necessário nova eleição para a composição da Mesa Diretora, que era composta pelos seguintes vereadores: 

Presidente: senhor Nelson Pires

Vice-Presidente: senhor José Augusto Duran

1º Secretário: senhor Melentino Cardoso da Silva

2º Secretário: não há registro

 

Em 15 de novembro de 1968, foi eleito a 6ª Legislatura (1969 a 31 de janeiro de 1973) 

Prefeito: senhor Arcídio Castilho

Vice-Prefeito: senhor João Marques

 

Vereadores: senhores Elias Moysés Elias, Luiz Marques Neto, Armindo Tomaz, Walfredo José Farinazo, Luiz Mancini, Gentil Giazzi, Alecindo Barbosa, Altino Martins Arruda e José Desidério Fernandes 

Mesa Diretora para o exercício de 1969 foi: 

Presidente: senhor Elias Moysés Elias

Vice-Presidente: senhor Armindo Tomaz

1º Secretário: senhor Luiz Marques Neto

2º Secretário: não há registro

 

O senhor Norival Cabrera Rodero assumiu o cargo de vereador em 15 de maio de 1969, em virtude da licença de 60 dias pelo vereador Elias Moysés Elias.  E em 1º de julho de 1969, foi declarado extinto o mandato do vereador Elias e Presidente da Mesa.  Assim, havendo necessidade de uma nova eleição para o cargo de Presidente, o qual foi eleito o senhor Norival Cabrera Rodero até o término do referido mandato (14/01/70). 

Em 15 de janeiro de 1970 foi eleita a seguinte Mesa Diretora: 

Presidente: senhor José Desidério Fernandes

Vice-Presidente: senhor Gentil Giazzi

1º Secretário: senhor Norival Cabrera Rodero

2º Secretário: senhor Alecindo Barbosa

 

Em 1971 continuou a mesma Mesa, naquela época, havia pareceres de juristas que afirmavam que os mandatos dos eleitos em 1970 seria até fevereiro de 1972. 

No dia 1º de fevereiro de 1972, foi eleita a seguinte Mesa Diretora: 

Presidente: senhor Norival Cabrera Rodero

Vice-Presidente: senhor Armindo Thomaz

1º Secretário: senhor José Desidério Fernandes

2º Secretário: senhor Luiz Marques Netto

 

No dia 15 de novembro de 1972, foi realizada a eleição para a 7ª Legislatura, eleitos os senhores: 

Eleitos: 

Prefeito: senhor Francisco Assis Cervantes

Vice-Prefeito: senhor Orestes Fantini 

Vereadores eleitos: senhores Norival Cabrera Rodero, João Marques, Paschoal Tanganelli, João Manoel Longhini, Luiz Mancini, Luiz Valentim da Silva, Natal Constantino, Alecindo Barbosa e Yassushi Yano. 

Eleita no dia 31 de janeiro de 1973, a seguinte Mesa Diretora para o biênio 1973/1974

Presidente: senhor Norival Cabrera Rodero

Vice-Presidente: senhor Luiz Mancini

1º Secretário: senhor Yassushi Yano

2º Secretário: senhor Natal Constantino

 

No dia 1º de fevereiro de 1975, foi eleita a seguinte Mesa Diretora para o biênio 1975/1976

Presidente: senhor Yassushi Yano

Vice-Presidente: senhor Luiz Valentim da Silva

1º Secretário: senhor Norival Cabrera Rodero

2º Secretário: senhor Osmar Luiz Marques

 

Foi instalada a 8ª Legislatura (1977/1982) no dia 1º de fevereiro de 1977: 

Eleitos:  

Prefeito: senhor Norival Cabrera Rodero

Vice-Prefeito: senhor Anísio Braz Constantino

 

Vereadores:

Senhores João Manoel Longhini, Armando Cardoso, Francisco Inocêncio Sobrinho, José Rodrigues Belletti, José de Souza Guimarães, Leumar Siroto, Luiz Valentim da Silva, Mário Antunes de Oliveira, Sebastião Honorato da Silva, Vincenzo Ráo e Wilson Cândido da Costa.

 

Eleita a seguinte Mesa Diretora para o biênio 1977/1978

Presidente: senhor João Manoel Longhini

Vice-Presidente: senhor Luiz Valentim da Silva

1º Secretário: senhor José Rodrigues Belletti

2º Secretário: senhor Leumar Sirotto

 

Eleita para o biênio 1979/1980, a seguinte Mesa Diretora: 

Presidente: senhor José Rodrigues Belletti

Vice-Presidente: senhor Francisco Inocêncio Sobrinho

1º Secretário: senhor Wilson Cândido da Costa

2º Secretário: senhor Luiz Valentim da Silva

 

Em decorrência da Emenda Constitucional n.º 14/80, prorrogou-se os mandatos de prefeito e vereadores por mais dois anos. 

Foi necessária nova eleição para a composição da Mesa para dirigir os trabalhos camários no biênio 1981/1982, ficando assim constituída: 

Presidente: senhor Wilson Cândido da Costa

Vice-Presidente: senhor Luiz Valentim da Silva

1º Secretário: senhor José Rodrigues Belletti

2º Secretário: senhor Leumar Sirotto

 

A Eleição ocorreu no dia 15 de novembro de 1982 e no dia 1º de fevereiro de 1983 foiinstalada a 9ª Legislatura (01/02/1983 a 31/12/1988). 

Eleitos: 

Prefeito: senhor Francisco Assis Cervantes

Vice-Prefeito: senhor Orestes Fantini

 

Vereadores: 

Senhores José Antonio Fernandes, Armando Cardoso, Gilmar Antonio do Prado, Ieron Ribeiro da Silva, João Manoel Longhini, João Santana, José Bernabé, José Rodrigues Belletti, Luiz Sérgio Boaventura, Vincenzo Ráo e Zulmiro Gonçalves dos Anjos. 

Eleita a seguinte Mesa Diretora para o biênio 1983/1984

Presidente: senhor José Antonio Fernandes

Vice-Presidente: senhor Gilmar Antonio do Prado

1º Secretário: senhor José Bernabé

2º Secretário: senhor Zulmiro Gonçalves dos Anjos

 

Para o biênio 1985/1986, foi eleita a seguinte Mesa: 

Presidente: senhor José Bernabé

Vice-Presidente: senhor Ieron Ribeiro da Silva

1º Secretário: senhor Gilmar Antonio do Prado

2º Secretário: senhor José Antonio Fernandes

 

Mesa Diretora para o biênio 1987/1988, foi assim constituída: 

Presidente: senhor Gilmar Antonio do Prado

Vice-Presidente: senhor José Bernabé

1º Secretário: senhor José Antonio Fernandes

2º Secretário: senhor Ieron Ribeiro da Silva

 

A próxima eleição ocorreu no dia 16 de novembro de 1988 e no dia 1º de janeiro de 1989 foi instalada a 10ª Legislatura (1989/1992): 

Eleitos: 

Prefeito: senhor Norival Cabrera Rodero

Vice-Prefeito: senhor Dovídio Scaldelai 

Vereadores:

Senhores João Manoel Longhini, José Carlos Munhos, Armando Cardoso, David José Martins Rodrigues, Gilmar Antonio do Prado, Jorge de Souza Viana, José Antonio Fernandes, José Carlos Honorato da Silva, Mauro Gilberto Fantini, Odair Rodrigues de Souza, Orivaldo Gabriel, Renato Spadácio e Vincenzo Ráo.

 

Eleita a seguinte Mesa Diretora para o biênio 1989/1990

Presidente: senhor João Manoel Longhini

Vice-Presidente: senhor Vincenzo Ráo

1º Secretário: senhor José Carlos Munhos

2º Secretário: senhor Jorge de Souza Viana

 

Mesa Diretora para o biênio 1991/1992, foi a seguinte: 

Presidente: senhor José Carlos Munhos

Vice-Presidente: senhor Jorge de Souza Viana

1º Secretário: senhor João Manoel Longhini

2º Secretário: senhor José Carlos Honorato da Silva

No dia 1º de janeiro de 1993, foi instalada a 11ª Legislatura (1993/1996): 

Eleitos: 

Prefeito: senhor Adelino Bido

Vice-Prefeito: senhor Iaucir Carlos Marques 

Vereadores: 

Senhores Oswaldo Marques Junior, Tarcílio Rodrigues de Lima, Armando Cardoso, Carmelindo Marcelino de Souza, Claudoir Luiz Marques, Donozor Santanna, Ivanir Sant’anna, João Batista Marques, Jorge de Souza Viana, José Carlos Honorato da Silva, José Carlos Munhos, José Sinésio Camargo e Luiz Valentim da Silva. 

Eleita a Mesa Diretora para biênio 1993/1994: //////////// * 

Presidente: senhor João Batista Marques

Vice-Presidente: senhor Luiz Valentim da Silva

1º Secretário: senhor Claudoir Luiz Marques

2º Secretário: senhor José Sinésio Camargo

 

Mesa Diretora para o biênio 1995/1996

Presidente: senhor Oswaldo Marques Junior

Vice-Presidente: senhor Claudoir Luiz Marques

1º Secretário: senhor Tarcílio Rodrigues de Lima

2º Secretário: senhor José Carlos Honorato da Silva

 

No dia 20 de fevereiro de 1995, o Vereador Claudoir Luiz Marques através do Requerimento nº 01/95, renunciou em caráter irrevogável o cargo de Vice-Presidente da Mesa; optando pela renúncia em virtude de um dispositivo do Estatuto da Ordem dos Advogados do Brasil que veda a participação de advogado da ativa na composição da Mesa Diretora do Poder Legislativo.  Neste mesmo dia foi realizada a eleição para o cargo vago e eleito o vereador Ivanir Sant’anna.

 

No dia 1º de janeiro de 1997, foi instalada a12ª Legislatura (1997/2000). 

Eleitos: 

Prefeito: senhor Mauro Gilberto Fantini

Vice-Prefeito: senhor Ivo de Souza Guimarães 

Vereadores: 

Senhores Ramon Morales Neto, Aricê Roberto da Silva, Arcenil Rodrigues de Oliveira, Carmelindo Marcelino de Souza, João Batista Marques, José Carlos Munhos, Nilson Oliveira Costa, Oswaldo Marques Junior e Wanderley Rodrigues de Souza. 

Por motivo de decisão judicial promovida pelo representante do Ministério Público, a fim de reduzir o número de cadeiras desta Casa de Leis, não assumiram aos cargos de vereadores, os senhores José Maciel de Oliveira, Lázaro de Souza Barbosa e Renato Spadácio e a senhora Maria Antonia Castilho. 

Eleita a seguinte Mesa Diretora para o biênio 1997/1998

Presidente: senhor Ramon Morales Neto

Vice-Presidente: senhor Arcenil Rodrigues de Oliveira

1º Secretário: senhor Aricê Roberto da Silva

2º Secretário: senhor Nilson Oliveira Costa 

No dia 1º de fevereiro de 1997 assumiram os cargos de vereadores os senhores José Maciel de Oliveira, Lázaro de Souza Barbosa e Renato Spadácio e a senhora Maria Antonia Castilho, que não haviam assumido os cargos de Vereadores na Sessão de Instalação realizada no dia 1º de janeiro de 1997, por motivo de decisão judicial promovida pelo representante do Ministério Público, acima mencionada, que fora suspensa por decisão do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo. 

Para o biênio 1999/2000 foi eleita a seguinte Mesa Diretora: 

Presidente: senhor Aricê Roberto da Silva

Vice-Presidente: senhor José Carlos Munhos

1º Secretário: senhor Ramon Morales Neto

2º Secretário: senhor Arcenil Rodrigues de Oliveira 

No dia 20 de setembro de 1999 o vereador Ramon Morales Neto, solicitou sua renúncia ao cargo de 1º secretário para aquele biênio.  No próximo dia 17 foi eleito o vereador João Batista Marques para o cargo de 1º secretário.                  

No dia 30 de novembro de 1999, através de sentença judicial, transitada em julgado, o número de cadeiras da Câmara Municipal de General Salgado foi reduzido de treze para nove vereadores. 

No dia 1º de janeiro de 2001 foi instalada a 13ª Legislatura(2001/2004): 

Eleitos: 

Prefeito: senhor Iaucir Carlos Marques

Vice-Prefeito: senhor José Augusto de Carvalho Neto

 

Vereadores: 

Senhores João Batista Marques, Agostinho Dionísio Martins, Aricê Roberto da Silva, Gilmar Moreira de Sousa, Jorge de Souza Viana, Lucien Roberto Fernandes, Oswaldo Marques Junior, Osmar Luiz Marques e Wanderley Rodrigues de Souza. 

Mesa Diretora para o biênio 2001/2002 foi: 

Presidente: senhor Oswaldo Marques Junior

Vice-Presidente: senhor Agostinho Dionísio Martins

1º Secretário: senhor Wanderley Rodrigues de Souza

2º Secretário: senhor Jorge de Souza Viana

 

Para o biênio 2003/2004, foi eleita a seguinte Mesa Diretora: 

Presidente: senhor João Batista Marques

Vice-Presidente: senhor Wanderley Rodrigues de Souza

1º Secretário: senhor Lucien Roberto Fernandes

2º Secretário: senhor Gilmar Moreira de Sousa

                  

Foi criado no recinto do Plenário da Câmara Municipal de General Salgado, através da Resolução nº 01, de 03 de junho de 2002, a galeria de ex-presidentes.        

No dia 1º de janeiro de 2005 foi instalada a 14ª Legislaturade General Salgado(2005/2008): 

Eleitos: 

Prefeito: senhor Mauro Gilberto Fantini

Vice-Prefeito: senhor Agostinho Dionísio Martins

 

Vereadores:

Senhores Adecir da Mota Ramos, Célio dos Santos Gambi, Elinaldo de Carvalho Viana, Gilmar Moreira de Sousa, João Batista Marques, João de Souza Fernandes, José Rodrigues Belletti, Marco Antonio Gato e Marcos Antonio de Alencar.

 

Mesa Diretora para o biênio 2005/2006 foi: 

Presidente: senhor Elinaldo de Carvalho Viana

Vice-Presidente: senhor João de Souza Fernandes

1º Secretário: senhor Marco Antonio Gato

2º Secretário: senhor Gilmar Moreira de Sousa

 

Na 19ª Sessão Ordinária realizada no dia 15 de dezembro de 2005, foram lidos os Ofícios de renúncias dos Vereadores Marco Antonio Gato 1º Secretário e Gilmar Moreira de Sousa 2º Secretário.  A seguir o Presidente informou da necessidade da eleição para preenchimento dos cargos vagos, conforme prevê o inciso II, do artigo 10 do Regimento Interno desta Casa de Leis.  Pronunciaram interessados aos cargos de 1º e 2º Secretário, respectivamente os Vereadores Célio dos Santos Gambi e José Rodrigues Belletti.  Após a eleição e apurados os votos obteve-se o seguinte resultado: Vereador José Rodrigues Belletti com 05 votos e o Vereador Célio dos Santos Gambi com 04 votos.  Prosseguindo o senhor Presidente informou que seria realizada a eleição para o preenchimento do cargo de 2º Secretário.  Apurado os votos obteve-se o seguinte resultado: Vereador Célio dos Santos Gambi com 05 votos e o Vereador José Rodrigues Belletti com 04 votos, ficando assim constituída anova Mesa Diretora Biênio 2005/2006:

 

Presidente: Elinaldo de Carvalho Viana

Vice-Presidente: João de Souza Fernandes

1º Secretário: José Rodrigues Belletti

2º Secretário: Célio dos Santos Gambi

 

A Mesa Diretora para o biênio 2007/2008, ficou assim constituída: 

Presidente: senhor Adecir da Mota Ramos

Vice-Presidente: senhor João Batista Marques

1º Secretário: Marcos Antonio de Alencar

2º Secretário: Marco Antonio Gato

 

* No dia 20 de novembro de 2007, o Vereador ELINALDO DE CARVALHO VIANA teve o seu mandato cassado, pelos seguintes motivos: 1)O senhor Vereador Elinaldo de Carvalho Viana, no exercício da Presidência  da Câmara Municipal de General Salgado, praticou infração político-administrativa, ao contratar servidora sem concurso público, infringindo os incisos II e IV, do artigo 22, da Lei Orgânica do Município de General Salgado  e inciso III, do artigo 95, do Regimento Interno da Câmara Municipal e, com essa conduta procedeu  de modo incompatível com a dignidade da Câmara e faltou com o decoro na sua conduta pública, bem como praticou improbidade administrativa no município de General Salgado; 2) O Vereador Elinaldo de Carvalho Viana,  no exercício da Presidência  da Câmara Municipal de General Salgado, praticou infração político-administrativa, ao colocar em negrito o sobrenome “Carvalho” nas correspondências oficiais, como promoção pessoal, infringiu os incisos II e IV, do artigo 22, da Lei Orgânica do Município de General Salgado e inciso III, do artigo 95, do Regimento Interno da Câmara Municipal e, com essa conduta procedeu  de modo incompatível com a dignidade da Câmara e faltou com o decoro na sua conduta pública, bem como praticou improbidade administrativa no município de General Salgado; e 3) O Vereador Elinaldo de Carvalho Viana, praticou infração político-administrativa, ao portar uma pistola “glock” calibre 380 no recinto da Câmara Municipal, feriu o quanto estabelecido no artigo 357, do Regimento Interno e infringiu os incisos II e IV, do artigo 22, da Lei Orgânica do Município de General Salgado e inciso III, do artigo 95, do Regimento Interno da Câmara Municipal e, com essa conduta procedeu  de modo incompatível com a dignidade da Câmara e faltou com o decoro na sua conduta pública, bem como praticou improbidade administrativa no município de General Salgado, através do Decreto Legislativo nº 00003, de 20 de novembro de 2007. 

Através do Ofício/VC, Mandado de Segurança através do Excelentíssimo senhor Dr. Heitor Katsumi Miura, digníssimo Juiz de Direito, protocolado nesta Casa de Leis sob nº 657/2008, em 08 de julho de 2008, referente ao Processo nº 204.01.2007.01829-5/000000-000, onde autorizou o mesmo a reassumir de imediato suas funções na Câmara, até o julgamento de apelação (O referido Ofício foi lido na 10ª Sessão Ordinária desta Câmara Municipal realizada no dia 04 de agosto de 2008, tendo o Vereador Elinaldo de Carvalho Viana reassumido nesta mesma sessão) 

* No dia 31 de janeiro de 2008, o Vereador João de Souza Fernandes solicitou afastamento de 60 (sessenta) dias ao cargo de Vereador, tendo sido baixada a Portaria nº 0009, de 31 de janeiro de 2008, que concede licença saúde para tratamento de saúde à Vereador e dá outras providências.  Tendo assumido em seu lugar o Suplente Adriano Eugênio Barbosa, que tomou posse nesta Casa Legislativa no dia 1º de fevereiro de 2008.

O Vereador João de Souza Fernandes retornou ao cargo de Vereador nesta Casa Legislativa no dia 13 de abril de 2008, tendo em vista o vencimento de sua licença-saúde, começando a exercer suas funções na 5ª Sessão Ordinária, realizada no dia 22 de abril de 2008.  Sendo assim o senhor Cleuvanei Antonio Barreto que tomou posse na sessão passada (4ª Sessão Ordinária, realizada no dia 07 de abril de 2008) não deu mais continuidade ao cargo de Vereador. 

No dia 31 de janeiro de 2008 através da Portaria nº 08/2008, foi aberto Processo Administrativo de extinção de mandato eletivo do Vereador José Rodrigues Belletti, pelo motivo de ter ausentado sem justificativas a 05 (cinco) sessões extraordinárias da Câmara Municipal, no exercício de 2007, incidindo no disposto no artigo 8º, inciso III, do Decreto-Lei nº 201/27, com redação da Lei nº 6.793/80, C.C. artigo 93, inciso III, alínea “a” do Regimento Interno desta Casa de Leis, que prevê a extinção do mandato do Vereador, quando deixar de comparecer em cada sessão legislativa anual, a cinco sessões extraordinárias, assegurada ampla defesa.  No dia 12 de março de 2008, o Vereador José Rodrigues Belletti ingressou com ação declaratória (nº 178/2008) visando a declaração de nulidade da Portaria nº 08/2008.  Em 13 de abril de 2008 o mandato do Vereador José Rodrigues Belletti foi extinto, assumindo a vaga o segundo suplente senhor CLEUVANEI ANTONIO BARRETO (O qual tomou posse no dia 07 de abril de 2008, data que foi realizada a 4ª Sessão Ordinária do ano de 2008), que permaneceu no cargo apenas por uma sessão Ordinária, pois após isso, assumiu a vaga o primeiro suplente, senhor ADRIANO EUGÊNIO BARBOSA, que não mais substituía o Vereador João de Souza Fernandes que já havia retornado da licença-saúde.  No final do mês de junho o Vereador José Rodrigues Belletti retornou ao cargo eletivo e em 17 de outubro de 2008, a ação proposta por ele foi julgada procedente, declarando-se nula a Portaria supracitada, bem como todo o processo administrativo de extinção de mandato. 

* No dia 07 de fevereiro de 2008, o Vereador CÉLIO DOS SANTOS GAMBI teve seu mandato cassado no dia 07 de fevereiro de 2008, pelos seguintes motivos apontados: 1) O Vereador Célio dos Santos Gambi usou a palavra na sessão ordinária realizada no dia 17 de setembro de 2007, ofendendo moralmente seu colega de Câmara Marcos Antonio de Alencar, no sentido de ser homossexual, chegando a compará-lo ao famoso costureiro “Clodovil”, inclusive, sendo objeto de instauração de Inquérito Policial; e 2) O Vereador Célio foi conivente ao aceitar que sua esposa fosse contratada como servidora Câmara Municipal, sem concurso público ou processo seletivo, quando o Vereador Elinaldo de Carvalho Viana era Presidente do Legislativo, beneficiando-se indiretamente dos vencimentos que ela percebia e que essa contratação foi considerada irregular pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo, através do Decreto Legislativo nº 00002, de 07 de fevereiro de 2008.

 * O Vereador Vinicius Ricordi Garcia deixou de exercer o Cargo de Vereador no dia 08 de julho de 2008, conforme o Ofício/VC, Mandado de Segurança através do Excelentíssimo senhor Dr. Heitor Katsumi Miura, digníssimo Juiz de Direito, protocolado nesta Casa de Leis sob nº 657/2008, em 08 de julho de 2008, referente ao Processo nº 204.01.2007.01829-5/000000-000, onde autoriza o Vereador Elinaldo de Carvalho Viana a reassumir de imediato suas funções na Câmara, até o julgamento de apelação (O referido Ofício foi lido na 10ª Sessão Ordinária desta Câmara Municipal realizada no dia 04 de agosto de 2008, tendo o Vereador Elinaldo de Carvalho Viana reassumido nesta sessão) 

Na 18ª Sessão Ordinária, realizada no dia 1º de dezembro de 2008, o Vereador Marcos Antonio de Alencar solicitou fosse lido o Ofício nº 01/2008, de sua autoria, dirigido a Mesa Diretora desta Casa de Leis, para conhecimento da mesma, onde formulou seu pedido de renúncia do cargo que ocupa, ou seja, o cargo de 1º Secretário da Câmara Municipal de General Salgado.  A seguir, o edil Marco Antonio Gato solicitou fosse lido o Ofício nº 02/2008, de sua autoria com a mesma natureza do Ofício do Vereador Marcos Antonio de Alencar, lido anteriormente.  Após a leitura dos referidos Ofícios, usaram da palavra os Vereadores Marco Antonio Gato e Marcos Antonio de Alencar, os quais justificaram os motivos de suas renúncias, por este motivo houve a necessidade da eleição para os cargos de 1º e 2º Secretário desta Casa Legislativa.  A seguir apresentou como candidato ao cargo de 1º Secretário somente o Vereador Marcelo Venicio Spadácio.  Após o Vereador Marcelo Venicio Spadácio ter manifestado seu interesse ao referido cargo, foi colocado em votação a candidatura do mesmo, sendo chamado para votar publicamente e de forma nominal, cada Vereador por ordem alfabética.  Foi à candidatura do edil Marcelo Venicio Spadácio aprovada por unanimidade de votos, ou seja, 09 (nove) votos.  A seguir o senhor Presidente declarou empossado ao cargo de 1º Secretário, o edil Marcelo Venicio Spadácio.  Prosseguindo, nenhum Vereador manifestou interesse ao cargo de 2º Secretário desta Casa de Leis, tendo o senhor Presidente, edil Adecir da Mota Ramos declarado o cargo de 2º Secretário vago até que apareça algum edil interessado em concorrer, o qual será submetido à eleição e votação.  Ato contínuo o senhor Presidente convidou o Vereador Marcelo Venicio Spadácio, 1º Secretário eleito e empossado na presente sessão ordinária para tomar assento junto a Mesa Diretora, e o edil João Batista Marques para tomar assento a Mesa permutando o seu lugar com o Vereador Marco Antonio Gato.  

Após as referidas renúncias, ficou a Mesa Diretora biênio 2007-2008, assim constituída:

Presidente: senhor Adecir da Mota Ramos

Vice-Presidente: senhor João Batista Marques

1º Secretário: senhor Marcelo Venício Spadácio

2º Secretário:       -

 

No dia 1º de janeiro de 2009 foi instalada a 15ª Legislatura(2009/2012): 

Eleitos:

Prefeito: senhor Mauro Gilberto Fantini

Vice-Prefeito: senhor Agostinho Dionísio Martins 

 

Vereadores:

Senhores Adecir da Mota Ramos, Adriano Eugênio Barbosa, Agenor Cardoso, Elinaldo de Carvalho Viana, João Batista Marques, José Carlos Fernandes, Luiz Fernandes, Marcos Antonio de Alencar e Oswaldo Marques Junior. 

Mesa Diretora para o biênio 2009/2010

Presidente: senhor Agenor Cardoso

Vice-Presidente: senhor Adecir da Mota Ramos

1º Secretário: senhor Marcos Antonio de Alencar

2º Secretário: senhor Luiz Fernandes.

 

Mesa Diretora para o biênio 2011/2012

Presidente: senhor Oswaldo Marques Junior

Vice-Presidente: senhor José Carlos Fernandes

1º Secretário: senhor Adriano Eugênio Barbosa

2º Secretário: senhor Marcos Antonio de Alencar  

No dia 09 de março de 2011, na 2ª Sessão Ordinária, o Vereador Adecir da Mota Ramos pediu renúncia ao cargo de Vereador por motivo de foro íntimo.  Nessa mesma sessão o senhor Presidente solicitou a diretoria da Câmara Municipal que procedesse a convocação do suplente da legenda do partido para que tome posse no prazo estabelecido em lei.